Você sabe a diferença entre Lucratividade e Rentabilidade?

Em linhas gerais, esses dois conceitos utilizam o lucro da empresa como referência para serem dimensionados, porém eles trazem informações diferentes para os envolvidos no negócio.

Enquanto a Lucratividade mostra sua performance no resultado em relação às receitas da empresa, a Rentabilidade indica para o empresário (investidor) qual foi o retorno da empresa em relação ao seu capital investido.

Podemos dizer que esses índices atendem às necessidades de informação de dois agentes do negócio: o gestor e o investidor. O primeiro se baseia na Lucratividade para saber quanto obteve de retorno em relação ao valor faturado, e o segundo, qual foi o retorno pelo investimento feito no negócio. Este deve comparar o retorno obtido com qualquer outra alternativa de aplicação para referenciar a escolha feita.

Vamos exemplificar! Um investidor monta um negócio próprio no qual investe R$ 240.000,00. No mesmo ano, seu empreendimento faturou R$ 1.200.000,00. Com esse negócio, ele obtém um lucro de R$ 120.000,00. Qual foi a Lucratividade e qual foi a Rentabilidade desse investimento?

A empresa obteve uma Lucratividade de 10,00% [(R$ 120.000,00 / R$ 1.200.000,00) x 100,00%], indicando que, do valor faturado pela empresa e descontados os tributos, os custos e as despesas operacionais, será disponibilizado esse montante para que seja definido se haverá reinvestimentos no próprio negócio ou se ele será distribuído para o investidor (proprietário). Essa decisão depende, conforme já explicado em tela, da rentabilidade que outras alternativas de investimentos possam oferecer.

Em relação à Rentabilidade, ela apresenta um retorno de 50,00% [(R$ 120.000,00 / R$ 240.000,00) x 100,00%] sobre o capital investido. Esse referencial possibilita àquele que investe seu patrimônio conhecer o posicionamento do retorno desse investimento em relação às demais alternativas que estavam disponíveis naquele momento.

Esperamos que, com essas explicações, você consiga administrar seus negócios e seu patrimônio de forma adequada, sempre objetivando a sustentabilidade dos negócios e agregar valor ao seu patrimônio.

Caso você tenha alguma dúvida ou queira informação adicional sobre o tema, entre em contato conosco para podermos ajudá-lo.

João Daniel Quagliato, Contador, Economista, Pós-Graduado em Contabilidade e Finanças, Consultor Econômico-Financeiro e Professor de Pós-Graduação na área de Negócios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *