Desequilíbrios Organizacionais

 

 

“Tudo o que pensamos e sentimos está criando o nosso futuro.”
Marci Shimoff

Boletim Gestão Estratégica de Negócios para Empreendedores Ano I – Nº 10 – 23/05/2022
Desequilíbrios Organizacionais

Empresas são organismos vivos que, por vezes, passam por desequilíbrios organizacionais que podem ser provocados pelos elementos que agem tanto no ambiente interno quanto externo da organização. Em qualquer dos ambientes nos quais esses desequilíbrios se manifestem, eles precisam ser diagnosticados de forma precisa e tratados no início de sua manifestação, para que não se tornem crônicos, dificultando o tempo da volta à normalidade.
Embora as sugestões de tratamento dessas anomalias organizacionais passem pelo crivo da racionalidade técnica, podemos nos preparar emocionalmente para explorar as possibilidades disponíveis que possam resolver a questão. Essa prática de tirar o foco da questão pode nos fazer enxergar possibilidades de resolução dos desafios que estamos enfrentando as quais antes não podiam ser percebidas.
Outro ponto que ajuda – e muito – na luta contra esses desafios é não termos medo da situação que está sendo enfrentada. Quanto mais você conhece sobre a situação, melhor será o seu preparo para resolvê-la.
De forma simultânea, você deve visualizar sempre a perfeição das coisas. Em outras palavras, tenha em mente que a situação já está sendo resolvida, mas se mantenha posicionado no enfrentamento do problema. Com certeza, isso diminui a pressão emocional e faz com que você analise a situação de forma eficiente.
Outra atitude de sua parte que ajuda, nessas circunstâncias, é evitar comentar os problemas que sua empresa está enfrentando principalmente com pessoas que não podem ajudar em nada e ficam propagando a situação em que a empresa se encontra. Além de não ajudarem, atrapalham muito. Essas três atitudes contribuem para o preparo emocional no enfrentamento dos problemas empresariais e nos mantêm preparados e fortes para buscarmos uma resolução definitiva da questão.
Finalizando, é importante ressaltar que temos duas condicionantes envolvidas: o preparo para o enfrentamento do problema e a técnica a ser adotada em sua resolução. Em tela, tratamos do preparo que poderá ajudar você no enfrentamento do problema. Caso não tenha capacidade para resolvê-lo, é importante que um profissional da área seja consultado.
Havendo alguma dúvida ou caso queira informação adicional sobre o tema abordado, entre em contato conosco para podermos ajudá-lo.
Sucesso e bons negócios!

João Daniel Quagliato, Contador, Economista, Pós-Graduado em Contabilidade e Finanças, Consultor EconômicoFinanceiro e Professor de Pós-Graduação na área de Negócios.

Quagliato Consultoria & Educação Corporativa
www.quagliatoconsultoria.com.br

joaodaniel@quagliatoconsultoria.com.br
(19) 99608-0362

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *